Fotomurais segundo as categorias - Love Stories

4 fotomurais

  • Veja também:
 

Filmes de casais- uma coleção de fotomurais Love Stories

Love StoriesA história é tão velha como o mundo: um homem e a mulher se encontram. Há uma química- um pouco ou bastante, porém sempre – existem dificuldades que não lhes permitem se conhecerem mais de perto ou preconceitos que fazem com que eles não possam estar juntos. Dificuldades a parte, as dificuldades no final das contas são derrotadas- normalmente sempre com a ajuda de amigos, que atuam em favor do amor – e o casal se junta com um beijo- de preferência na chuva. E que se fechem as cortinas. É difícil imaginar que isso seja um tema controverso, mas os filmes sobre o amor sejam os dramas ou as comédias românticas são uma daquelas formas de arte, que evocam emoções extremas. Mulheres podem amá-los ou odiá-los; os homens costumam pensar que é normal desprezá-los ostensivamente, mesmo aqueles, que durante o final do filme discretamente tentam secar uma lágrima. Todos os anos perto do Dia dos Namorados o público dos cinemas se junta com as mesmas queixas: de novo filme sobre o amor! E depois acabam comprando, obedientemente, as entradas para todas as sessões. Na myloview nós gostamos de filmes de amor. Especialmente aqueles com histórias serenas: aqueles em que o herói e a heroína, independentemente de suas diferenças, encontram uma linguagem comum e – sendo diretos- a felicidade. Mas não só isso: às vezes nada é tão agradável como soluçaar com um lenço, o casal não pode ficar junto, simplesmente não pode! Por causa da nossa simpatia pelos filmes de amor, criamos uma coleção de fotomurais de cinema Love Stories. Eles são minimalistas, porém não bruscamente coloridos ou em preto e branco, mas uma coisa os liga: em cada um deles o mais importante é momento em que o casal se junta- mesmo se pouco tempo e foi visível. Os pôsters das histórias de amor dessa série vão ser uma grande decoração do apartamento de cada maníaco ou maníaca do cinema. Eles também podem ser um presente encantador e inteligente - e não apenas no Dia dos Namorados. Por causar do design autoral minimalista, se apresentarão melhor no interior do que os cartazes originais de filmes, geralmente cheios de textos não muito decorativos. Graças a isso, os cartazes da série Love Stories pode ser um elemento de bom gosto na decoração até mesmo para o interior mais elegante - certamente não vai fazer com que ele aparente como o quarto de um adolescente cheio de cartazes pendurados. Especialmente se forem devidamente enquadrados.

Love Stories: histórias doces, doces e amargas ao mesmo tempo ou simplesmente amargas, mas nunca sem graça.

Love StoriesEscolhendo os filmes, com base nos quais gostaríamos de criar os posters, não nos deixamos levar apenas pela simpatia- embora tenha sido um fator importante -, mas também a intenção de passar uma história de amor como as mais diversificadas e de diferentes períodos. Clássicos do cinema, o a cereja do bolo, representa o cartaz do filme Bonequinha de Luxo. Esta obra-prima da cinematografia com performances memoráveis como a encantadora atriz Audrey Hepburn e buscando persistentemente seu eu – a personagem Holly Holightly foi concluída com um mínimo de recursos: apenas o título, fundo preto e silhuetas contorno branco Holly e Paul / Fred - e um gato. Não precisa de mais nada. Muito mais coloridos são os outros cartazes. A década de ouro da comédia romântica - a década de noventa do século passado - representa o cartaz Mensagem para Você, estrelado por Tom Hanks e Meg Ryan, um dos casais favoritos da tela de todos os tempos. Os atores da geração mais jovem devem aprender com eles como mostrar na tela a química entre dois apaixonados. Um tipo completamente diferente de história de amor é Encontros e desencontros. Esta é uma sutil história, cheia de sentimentos não ditos e aparentemente impossíveis de um ator, que está envelhecendo e uma jovem mulher casada, graduação em filosofia. São as luzes de Tóquio, que apresentam o plano de fundo do cartaz: o lugar onde se encontram ambos arrancados de seus ambientes naturais, ambos perdidos e à procura de uma amigável e compreensiva alma, que irá ajudá-los a sobreviver em um momento difícil. Excelentes atuações de Scarlett Johansson e Bill Murray e dirigido por Sophia Coppola fizeram que o filme logo após o lançamento fosse considerado como um clássico instantâneo, que é um clássico imediato e uma obrigação para quem gosta de cinema - não só dos filmes de amor. O último dos cartazes elaborados pela myloview combina o antigo com o novo: tivemos a oportunidade de assistir ao filme nos cinemas, recentemente, mas ele é baseado em um romance de quase 90 anos. Este já foi a quarta passagem para os cinemas ao longo das nove décadas do romance de F. Scott Fitzgerald: desta vez com Leonardo DiCaprio e Carey Mulligan no papel dos amantes, que não podem ficar juntos- exceto por um breve momento, e que tem um final bastante triste . O cartaz o captura muito bem: James e Daisy se olham com tristeza, e entre eles existe um vazio. Quem conhece a história de O Grande Gatsby pode argumentar que este não é o melhor exemplo de histórias de amor, porque em uma última análise, há indícios de que retratavam de sentimentos, que era uma mentira ou uma ilusão - mas será que todas as histórias de amor devem ser alegres e felizes?