Fotomurais segundo as categorias - Jardins do Éden

39 fotomurais

  • Veja também:
 

Murais "Jardins do Éden" - um paraíso na sua casa

JardinsVocê acha que os padrões florais não são para você? Que são muito doces, e como diriam alguns – muito femininos? Bem, é provável que você não tenha visto a coleção da myloview com murais de flores, intitulado "Jardins do Éden". As flores mostradas nesses fotomurais não tem a maioria das vulnerabilidades de um típico floral. Os propostos pela myloview são selvagens, um pouco loucos, que lembram uma pintura de alguém sob a influência do peiote ou imagens do pintor Fauves (o que, francamente, é quase o mesmo). Este mural floral, que mostra a outra face das flores - desafiador, que é por esse motivo estranho e incompreensível para nós. Estas não são as flores que podem ser cortadas e colocadas em um vaso para florescerem. Estes papéis de parede apresentam flores perigosas e sensuais. Suas formas são borradas, como se estivessem se movendo - porque os papeis de parede "Jardins do Éden" são exatamente o tipo do prado sonhado, onde as flores ganham vida. Não se deixe enganar pelo nome paraíso - um jardim do Éden, mas não do Éden, que era o lugar idílico de felicidade eterna, onde Deus fez as pessoas, os animais e as plantas viverem em harmonia eterna. É o Éden, do qual o homem pecador foi banido - um lugar inacessível, misterioso, talvez até mesmo perigoso, e acima de tudo: fechado aos olhos humanos. A origem do nome Éden não foi totalmente explicada- alguns falam de um "jardim de prazer", outros com "um jardim fértil", e são apenas duas das muitas teorias - mas entrou em uso geral como um nome próprio deste lugar especial. Daí veio a ideia de uma coleção de murais retratando as flores celestiais e ameaçadoras ao mesmo tempo, chamada de "Jardins do Éden" – no plural, dando ênfase a esse contraste. No final, ninguém sabe como era o Éden – dessa forma, é como se não houvesse um jardim, o jardim do Éden, mas um monte de potenciais jardins. Os murais propostos pela myloview certamente parecerão como se as flores, que estão sobre eles, pudessem ser guardadas por querubins com espadas flamejantes. Na coleção de fotomurais "Jardins do Éden", mesmo tão inocentes como as flores conhecidas por nós nos prados e hortas, as violetas e girassóis vão parecer ter um ar psicodélico e perigoso, equilibrando entre o estilo kitsch, da obra de arte e um pesadelo. A coleção "Jardins do Éden" não é, de verdade, uma coleção de papéis de parede para os que têm coração fraco.

Murais florais, que você ainda não conhece.

JardinsEntão surge a pergunta: como usar esses papéis de parede de design arrojado, ao decorar um apartamento? Bem, você deve saber que nem todos os papéis de parede funcionam bem em qualquer interior. Como você sabe os padrões de murais realmente expressivos - como o de flores "Jardins do Éden" – exigirá um econômico, um ambiente quase minimalista, ou um arranjo, que será capaz de suportar - para não dizer: levantar- tão intenso padrão. Então, quando nós consideramos o interior, que irá corresponder aos papéis de parede da coleção "Jardins do Éden", temos de escolher basicamente duas opções. A primeira é subjugada, a um interior quase cru - imagine uma espécie de estilo escandinavo, mas sem calor e o charme dele, o que é geralmente caracterizado por esse tipo de arranjo. Os fotomurais "Jardins do Éden" serão para interior escandinavo algo proporcional ao que é a pintura de Edvard Munch para a arte Escandinávia. Os murais desta série, também ficarão muito bem em interiores minimalistas: aqueles que, em todo o seu conservadorismo precisão de algo, que vai se tornar um acento forte e quebrar o tédio, o que muitas vezes gravitam na direção do quarto decorado neste estilo. Por outro lado, temos os interiores nos quais se encontram o extremo oposto do espectro decorativo: as cores explosivas, padrões e texturas. Os papéis de parede "Jardins do Éden" vão cair como luva- serão outro modelo, outra mancha de cor e outro plano de fundo para todos os outros fascinantes objetos originais. O primeiro estilo, que temos aqui é o estilo boho - inspirado nos escritórios de todos os países, mistura boémia de hippie com inspiração indiana, marroquina e todos os outros lugares, que você pode imaginar. Não existem regras - contanto que seja colorida, padronizada e interessante. Num lugar como este, o mural com flores, que se parece algo pintado por alguém sob a influência de alucinógenos, vai ser uma ótima ideia. Da mesma forma, os interiores ecléticos, decorados de forma semelhante à ideia, que inspirou a criação do estilo boho - ser variada e original. Os interiores ecléticos, entretanto tem em si, muitas vezes, menos inspirações étnicas, características do estilo boho. O mural da série "Jardins do Éden" podem adicionar uma atmosfera intrigante ao interior eclético, complementando com o espírito de um arranjo heterogêneo. Você também pode usar os papéis de parede desta coleção, para terminar o interior decorado em estilo retro - embora, é claro, deva ser modernista retro em vez de rústico.