Fotomurais segundo as categorias - Big City

3 fotomurais

 

Big City: fotomurais na cidade grande

Big CityHá pessoas no mundo que sonham apenas em fugir o mais rápido possível para uma casinha na vila - ou mesmo na roça - e passar o resto da vida em paz, semear cenouras e criar uma cabra. Ou duas cabras. Essas pessoas amam a paz e a tranquilidade, preferindo andar a correr ou um copo de vinho em frente à lareira a cerveja em um clube da moda. Bem, os papéis de parede da série Big City definitivamente não são os fotomurais adequados para essas pessoas. Os murais coletados na coleção Big City, foram criados com o há de fascinante na cidade: o movimento, os barulhos, as luzes piscando dos prédios de concreto, o vidro, o aço e o voar dos pombos. Há, no entanto, outra apresentação que daqueles as quais estamos acostumados. Os murais da série Big City não mostram o lado febril e sufocante das grandes cidades, aos quais estamos acostumados a ver em milhares de filmes, séries e livros - de "Taxi Driver", de Martin Scorsese até o favorito das mulheres de todo o mundo, "Sex and the City". Eles se concentram mais no silêncio e na suavidade, sugerindo, no entanto, que em algum lugar, logo abaixo da superfície das coisas, existe uma grande tensão que a qualquer momento está pronto para explodir: pessoas com copos de café correndo para o trabalho, os sem-teto, e adolescentes vagando sem rumo. Todas as cidades, que tem os seus murais apresentados na coleção de Big City, são apresentadas como se fosse de uma forma um tanto suave do sol nascente ou poente, que enfatizam, ainda, a suavidade desses retratos-paisagens. Os retratos, por serem papéis de parede comuns: eles são decorados com uma foto, mas as imagens são feitas por um dos artistas que compõem a equipe myloview, Michael Radziejowski. Michael criou sutis retratos com a alma das cidades que conhecemos mais como selvas urbanas - aquelas onde se gostaria de cantar o famoso hit da banda Guns N 'Roses Welcome To The Jungle. Além do mais, na criação de papéis de parede com Paris e Nova York decidiu não o clássico e já visto e banal. Pelo contrário, tratou-o com um grão de sal, colocando acentos completamente descomunais, em comparação com os que estamos acostumados. O mural de Paris, por exemplo, na sua maior parte, consiste em uma vista sobre os telhados das casas de Paris. A Torre Eiffel aparece em algum lugar no fundo do mural, completamente indistinta – na verdade chegamos a conclusão de que é ela, sabendo que olhamos para a vista de Paris podemos conscientemente reconhecê-la. Este mural é um olhar novo, original para o que - ao que parece – já se tornou dolorosamente brega.

Fotomurais Big City: sinta a atmosfera das capitais mundiais sem sair de casa

Big CityMuito semelhantemente são os papéis de parede de fotografias que retratam as vistas de Nova York. Poucas pessoas provavelmente já adivinharam que essa é a Big Apple - se não fosse o título. Porque o que está no fotomural? Os tanques de água, característicos da paisagem americana - mas de certa forma mais provincial. Os prédios dos bairros típicos da classe trabalhadora, diferente do que se tem em mente- para os padrões de Nova York –os arranha-céus. Vários edifícios de escritórios. E, no entanto, também é em Nova York, embora sejam menos conhecidos. No caso de Sydney o artista se decidiu numa apresentação mais canônica: no fotomural vemos a famosa opera e os característicos arranha-céus, que refletem nas águas da bacia de Sydney. É uma dessas vistas, que nos faz lembrar-se de uma importante vantagem dos papéis de parede: eles podem fazer maravilhas quando você quiser ampliar, visualmente, um pequeno interior. Todas as vistas são largas, exatamente assim são as propostas da uma série Big City – o panorama da costa de Sydney, a vista de cima dos edifícios de Paris ou a paisagem das partes menos conhecidas de Nova York – fazem com que o quarto decorado pareça maior do que é. Os proprietários das pequenas casas podem deixar de ter medo dos papéis de parede: devidamente selecionados, certamente não farão os ambientes parecerem menores do que realmente são. E se você pode usar uma série de fotomurais Big City para acabamentos de interior tanto espaçoso quanto um quarto pequeno, vale a pena considerar: em quais interiores ficarão melhor? As paisagens são tão versáteis, que podem ser corretas para decorar qualquer cômodo do apartamento: o hall de entrada, quarto, sala ou banheiro e até mesmo a cozinha. Para o banheiro pode ser encontrado o mural com vista para Sydney: algo para aqueles que pensam que este ambiente deve ser decorado com temas aquáticos ou até mesmo náuticos. No quarto, por sua vez, funciona perfeitamente o mural com uma visão romântica de Paris: é o ideal para os amantes e sonhadores. Por outro lado, o mural ficará muito bem na cozinha: mesmo preparando omeletes, mesmo assim, sentimos como se estivéssemos no centro do mundo e, ao mesmo tempo, nos sentimos contaminados pela comida saborosa e requintada. O mural com vista para Nova York vai se encaixar perfeitamente na sala de estar, decorada especialmente em estilo industrial: o que deve complementar o estilo melhor do a paisagem do bairro da classe trabalhadora?